Sítio Santa Terezinha

Produtor: Rodrigo Leite

Região: Sul de Minas - MG

Variedade: Arara

Processo: Natural Fermentado

Altitude: 1010 Metros

Notas: Café encorpado com notas de frutas roxas e acidez elevada

 

Mais sobre a região:

A região responde hoje por aproximadamente 24% da produção de café do Estado, em 275 mil hectares, cultivados por 36 mil produtores, sendo que aproximadamente 80% deles possuem de 3 a 20 ha. de café plantados, ou seja, são pequenos proprietários. Os outros 20% dividem-se em médios (entre 20 e 50 ha.) e grandes produtores (mais de 50 ha.). No geral, pode-se dizer que a cafeicultura da região é predominantemente de base familiar, e constitui uma densa classe média rural.

Enquanto a produção do Conilon é minoritária, alcançando entre 5% e 10% da produção total de café da região, a grande maioria são cafés da espécie arábica, cultivados nas áreas de topografia montanhosa e irregular, com altitudes variando entre 600 e 1.200 metros. O clima ameno, aliado à evolução tecnológica dos processos artesanais desenvolvidos na Região, permite que os cafés possuam diversidade de sabores e nuances.

 

Café Especial - Sítio Santa Terezinha - Fermentado

R$63,00
Café Especial - Sítio Santa Terezinha - Fermentado R$63,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Leve Cafeína Coffee Co. Av. Marechal Castelo Branco, 65 - Sala 14 - Campinas, São José - SC

    Grátis

 

 

Sítio Santa Terezinha

Produtor: Rodrigo Leite

Região: Sul de Minas - MG

Variedade: Arara

Processo: Natural Fermentado

Altitude: 1010 Metros

Notas: Café encorpado com notas de frutas roxas e acidez elevada

 

Mais sobre a região:

A região responde hoje por aproximadamente 24% da produção de café do Estado, em 275 mil hectares, cultivados por 36 mil produtores, sendo que aproximadamente 80% deles possuem de 3 a 20 ha. de café plantados, ou seja, são pequenos proprietários. Os outros 20% dividem-se em médios (entre 20 e 50 ha.) e grandes produtores (mais de 50 ha.). No geral, pode-se dizer que a cafeicultura da região é predominantemente de base familiar, e constitui uma densa classe média rural.

Enquanto a produção do Conilon é minoritária, alcançando entre 5% e 10% da produção total de café da região, a grande maioria são cafés da espécie arábica, cultivados nas áreas de topografia montanhosa e irregular, com altitudes variando entre 600 e 1.200 metros. O clima ameno, aliado à evolução tecnológica dos processos artesanais desenvolvidos na Região, permite que os cafés possuam diversidade de sabores e nuances.